Project Description

Suíte Hotel Boutique

Morar Mais 2015


Projeto: Maluh Amorim e Rodrigo Câmara

Fotos: Gustavo Xavier

Como o tema da Mostra este ano é a brasilidade, trabalhou-se com elementos locais adobe, bambu, minério de ferro e móveis tradicionais antigos do século XVIII das antigas fazendas de café em Minas – como forma de divulgar um pouquinho da nossa cultura mineira. O hóspede aqui usufrui da exclusividade de um atendimento personalizado e design diferenciado com a criação de elementos que aguçam os seus sentidos através do contato direto com a natureza: na Copa o eco telhado que capta e armazena a água das chuvas e ao mesmo tempo irrigam uma horta suspensa orgânica feita de bambu com verduras, temperos e ervas aromatizantes. A inusitada novidade do fechamento das paredes laterais em palha de bambu envernizadas e do forro feito em plotagem de tecido mostrando o trabalho em piaçava, pintada em azul, com produtos naturais da região do Amazonas – trabalho designer Sérgio Matos junto à comunidade local. Pendentes customizados de bules em prata iluminando a mesa feita de uma bancada de marceneiro antiga.

No Estar usado como elemento central a parede feita artesanalmente em adobe, dialoga com o díptico Nascente do artista mineiro Menote Cordeiro que são árvores que parecem “nascer da terra”. E no teto em vidro passam projeções de filmes sobre artesanato e trabalhos de designers de móveis e artistas mineiros aguçando a curiosidade do visitante. A iluminação intimista gera um ambiente aconchegante com spots diferenciados da Alalux. Uma estante laqueada em azul cítrico foi criada como elemento divisório do Estar – Quarto com uma função diferenciada – fazer exposições mensais de artistas mineiros – aqui o trabalho do artista Marcelo Segrini que trabalha com o garimpo de madeiras nobres encontradas na natureza.

No Quarto e Banho uma cama confortável que permite ver o céu através do teto retrátil de vidro, um cantinho aconchegante para leitura se destaca com a iluminação indireta realizada pela luminária de pé da Alalux, uma cortina do século XVIII, relíquia das antigas fazendas de café em Minas separa o quarto do banho, relaxante junto a um jardim vertical e um céu estrelado de flores metálicas feitas artesanalmente por uma artista mineira – Geni Xavier. O chão em minério de ferro massageia os pés dos hóspedes…

Isto tudo colocam os hóspedes diante de uma melhor qualidade de vida e transforma a sua estadia em uma experiência única e agradável.